Circuito Andino – Uruguai

Partimos de Buenos Aires rumo a nossa parada em Uruguai!!!

 E aí Traveller!! Tudo bem contigo??

E nesse 16º dia de viagem, nós deixamos a bela Buenos Aires e faremos a travessia via Buquebus para Colônia do Sacramento, uma cidade muito charmosa e que carrega em si muitos traços e monumentos antigos de sua descoberta e construção.

A travessia leva cerca de 1 hora, e faremos através do Rio Da Prata ou Rio La Plata, como é conhecido localmente.

Em Colônia do Sacramento, começamos o nosso tour cultural, e já prepare a sua câmera e deixe a postos para tirar fotos incríveis, e fique atento ao guia de viagem, pois a história da cidade é contada em cada detalhe e cada lugar se faz muito importante para a construção do local.

Ruas de pedra em Colônia do Sacramento

Em termos de comparação, Colônia do Sacramento nos remete muito a Paraty, no Rio de Janeiro e por causa das semelhanças, muitos brasileiros chamam Colônia de “Paraty Uruguaia”, pois as casas e ruas de pedra, lembram bastante, e com tanto charme, a cidade é reconhecida pela UNESCO como patrimônio histórico cultural.

A arquitetura portuguesa está por todos os lugares do centro antigo e a famosa Calle de los Suspiros, ainda possui a canaleta central, que era usada para escoar a água da chuva e esgoto das casas também e além do charme, a rua possui muitas lendas a respeito de seu nome, uma delas é que por ali, passavam os prisioneiros que seriam fuzilados e jogados no rio, então desciam a rua suspirando por saber que o fim estava próximo.

Montevidéu

E a capital Uruguaia também tem muitos charmes e pontos turísticos imperdíveis, um deles é a Plaza Independência, que é uma das mais famosas e visitadas da capital, e é nela que se encontra a homenagem ao General José Artigas, que é um herói uruguaio por ter trazido a independência ao país, e no centro da praça, está o seu mausoléu, sempre com guardas em cada ponta para guardar o local e manter a ordem.

Também não podemos deixar de visitar o Mercado Del Puerto, nossa parada obrigatória para compras e almoço.

Por lá você pode encontrar os souvenires da cidade, fazer comprinhas de mimos para os familiares, e com certeza vai gastar muito tempo para escolher apenas 1 lugar para o almoço, pois a oferta é bem grande, e uma dica é não sair de lá sem experimentar o sorvete como sobremesa.

Durante a tarde conheceremos os bairros residenciais mais badalados de Montevidéu, entre eles Pocitos, que é um bairro considerado de classe média-alta e tem uma praia geralmente cheia, é só ter um solzinho; Punta Gorda, que é um bairro que remonta a história do Uruguai também, com uma geografia impecável e bares e restaurantes renomados.

E para quem gosta de uma noite mais agitada, nós recomendamos o Baar Fun Fun, um bar de tango e candombe que funciona sem parar há 124 anos, nossos Travellers gostam bastante de passar a noite por lá… mas o que é Candombe?

Candombe nada mais é do que a mistura de ritmos entre o tango e a salsa espanhola, com o ritmo dos tambores dos escravos, nascendo assim uma nova categoria no folclore e na música uruguaia, o Candombe, um ritmo muito dançante e contagiante, vale a pena ter a experiência.

E no próximo dia, nosso 18º dia de viagem, é hora de se despedir de Montevidéu e partir rumo a Porto Alegre/RS novamente, com as energias renovadas, muita cultura adquirida e aprendizados de cada lugar que passamos.

É muito gratificante!

E claro, ainda temos tempo para mais comprinhas, pois nosso almoço será no Chuí, onde passamos pelos Free Shops e pegamos a estrada novamente.

E aí Traveller? Gostou do nosso Circuito Andino?

Deixe aqui nos comentários como foi a sua experiência virtual na viagem, tenho certeza que deu pra sentir um pouquinho da aventura né?!

Grande Abraço e nos vemos no próximo Circuito!!