Circuito Andino – Uruguai

Partimos de Buenos Aires rumo a nossa parada em Uruguai!!!

 E aí Traveller!! Tudo bem contigo??

E nesse 16º dia de viagem, nós deixamos a bela Buenos Aires e faremos a travessia via Buquebus para Colônia do Sacramento, uma cidade muito charmosa e que carrega em si muitos traços e monumentos antigos de sua descoberta e construção.

A travessia leva cerca de 1 hora, e faremos através do Rio Da Prata ou Rio La Plata, como é conhecido localmente.

Em Colônia do Sacramento, começamos o nosso tour cultural, e já prepare a sua câmera e deixe a postos para tirar fotos incríveis, e fique atento ao guia de viagem, pois a história da cidade é contada em cada detalhe e cada lugar se faz muito importante para a construção do local.

Ruas de pedra em Colônia do Sacramento

Em termos de comparação, Colônia do Sacramento nos remete muito a Paraty, no Rio de Janeiro e por causa das semelhanças, muitos brasileiros chamam Colônia de “Paraty Uruguaia”, pois as casas e ruas de pedra, lembram bastante, e com tanto charme, a cidade é reconhecida pela UNESCO como patrimônio histórico cultural.

A arquitetura portuguesa está por todos os lugares do centro antigo e a famosa Calle de los Suspiros, ainda possui a canaleta central, que era usada para escoar a água da chuva e esgoto das casas também e além do charme, a rua possui muitas lendas a respeito de seu nome, uma delas é que por ali, passavam os prisioneiros que seriam fuzilados e jogados no rio, então desciam a rua suspirando por saber que o fim estava próximo.

Montevidéu

E a capital Uruguaia também tem muitos charmes e pontos turísticos imperdíveis, um deles é a Plaza Independência, que é uma das mais famosas e visitadas da capital, e é nela que se encontra a homenagem ao General José Artigas, que é um herói uruguaio por ter trazido a independência ao país, e no centro da praça, está o seu mausoléu, sempre com guardas em cada ponta para guardar o local e manter a ordem.

Também não podemos deixar de visitar o Mercado Del Puerto, nossa parada obrigatória para compras e almoço.

Por lá você pode encontrar os souvenires da cidade, fazer comprinhas de mimos para os familiares, e com certeza vai gastar muito tempo para escolher apenas 1 lugar para o almoço, pois a oferta é bem grande, e uma dica é não sair de lá sem experimentar o sorvete como sobremesa.

Durante a tarde conheceremos os bairros residenciais mais badalados de Montevidéu, entre eles Pocitos, que é um bairro considerado de classe média-alta e tem uma praia geralmente cheia, é só ter um solzinho; Punta Gorda, que é um bairro que remonta a história do Uruguai também, com uma geografia impecável e bares e restaurantes renomados.

E para quem gosta de uma noite mais agitada, nós recomendamos o Baar Fun Fun, um bar de tango e candombe que funciona sem parar há 124 anos, nossos Travellers gostam bastante de passar a noite por lá… mas o que é Candombe?

Candombe nada mais é do que a mistura de ritmos entre o tango e a salsa espanhola, com o ritmo dos tambores dos escravos, nascendo assim uma nova categoria no folclore e na música uruguaia, o Candombe, um ritmo muito dançante e contagiante, vale a pena ter a experiência.

E no próximo dia, nosso 18º dia de viagem, é hora de se despedir de Montevidéu e partir rumo a Porto Alegre/RS novamente, com as energias renovadas, muita cultura adquirida e aprendizados de cada lugar que passamos.

É muito gratificante!

E claro, ainda temos tempo para mais comprinhas, pois nosso almoço será no Chuí, onde passamos pelos Free Shops e pegamos a estrada novamente.

E aí Traveller? Gostou do nosso Circuito Andino?

Deixe aqui nos comentários como foi a sua experiência virtual na viagem, tenho certeza que deu pra sentir um pouquinho da aventura né?!

Grande Abraço e nos vemos no próximo Circuito!!

6 thoughts to “Circuito Andino – Uruguai”

  1. Boa Elos, diz aí na viagem tem espaço pra compras no ônibus e vcss? E esse ônibus é bom mesmo ou só balela pra conseguir turista?

    1. Fala Ted!! Boa pergunta!!
      Nossos ônibus realmente são muito confortáveis e espaçosos, poltronas mais largas e que reclinam bem, categoria leito master turismo, não deita totalmente, mas são muito bons. Entra no nosso site, temos fotos do ônibus e descrição detalhada pra te ajudar nisso http://www.elostravel.com.br
      Sobre espaço para compras, cabe sim no bagageiro, e o pessoal gosta muito de trazer coisas grandes, então, bora numa viagem?!

    1. Olá Patrícia! Tudo bem?
      A época do ano depende se gosta mais de frio ou se prefere um clima mais quente, nas opções do Circuito Andino, temos em março uma saída mais “quente” pois estamos saindo do verão para o outono, então teremos mais dias de calor no circuito. Já em nossa saída de Outubro, pegamos o fim do inverno e começo de primavera, o clima é bem mais frio e pegamos neve.
      Qual clima melhor pra ti?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *